Pastéis de Sobras de Peixe


Cozinha de início de semana. Ver o que está no frigorífico para gastar: as sobras de peixe. Decidir fazer uma espécie de pasteis de bacalhau, mas usar as sobras do peixe assado.
Todos comeram e todos gostaram. Saber que nada se “perdeu” e tudo se transformou, e que ganhamos uma refeição. Saber que é possível preparar estes pasteis em poucos minutos, e que até é rápido.
E pronto. Sou definitivamente uma pessoa que gosta de cozinhar com restos!

Novo workshop dia 21 de Janeiro, pelas 15h, nos Workshops Pop-Up, com “Receitas para aproveitamente de sobras”. As inscrições, e mais informações seguem para este email: info@workshops-popup.com!

Ingredientes para cerca de 15 pasteis:

150g de sobras de peixe limpas de peles e espinhas (usei pargo assado)
250g de batata (pesadas em cru depois de descascadas)
1 ovo
azeite q.b.
1/2 cebola pequena
sal e pimenta q.b.

Preparação:

Cozem-se as batatas e escorrem-se tudo muito bem. Põem-se depois novamente na panela, onde vão ao lume para ficarem bem secas. Passam-se então pelo passe-vite ou esmagam-se bem com um garfo ou utensílio próprio.
Entretanto pica-se a cebola e leva-se a alourar num pouco de azeite. Junta-se depois às batatas e peixe e tempera-se tudo com sal e pimenta.
Seguidamente junta-se o ovo e amassa-se tudo muito bem. Moldam-se os bolinhos com a ajuda de 2 colheres de sopa e fritam-se em azeite bem quente. (Em alternativa podem colocar-se no forno a 180ºC durante cerca de 15 minutos).
Sirva com uma salada verde ou legumes cozidos.


Bom Apetite!

Trouxas de Couve Recheadas com Molho de Tomate


A organização doméstica cá de casa funciona assim: no talho escolhe-se carne para picar, 1kg, (normalmente de vaca, dos Açores, e um pedaço com alguma “gordura”, de preferência carne de estufar ou outro corte que me aconselhem.)  Pedem-se para fazer 4 hamburgueres - que fazem num instante, 100% carne, com um molde próprio na máquina de picar. E o que sobra de fazer os hamburgueres, à volta de 400g, vem picada para casa.
Em casa congelam-se os hamburgueres para jantares de fim de semana ou emergências semanais. Com a carne picada prepara-se uma bolonhesa, que também acaba picada.
E o que faço com a bolonhesa? As mais variadas coisas. Uma lasanha, ou simplesmente esparguete à bolonhesa, ou massa gratinada com carne picada. Ou recheio uns wraps e faço uma espécie de enchiladas. Ou junto feijão cozido, preto ou vermelho e faz um chilli rápido que se come com arroz. Ou um empadão com batata (doce ou normal) ou de arroz. Ou qualquer outra coisa, que uma carne à bolonhesa é daquelas coisas muito versáteis que desenrascam o almoço ou o jantar em poucos minutos.
Desta vez, a bolonhesa congelada acabou numas trouxas de couve, e com um molho de tomate por cima. E assim também se aproveitou a couve do cabaz de legumes....


Novo workshop dia 21 de Janeiro, pelas 15h, nos Workshops Pop-Up, com “Receitas para aproveitamente de sobras”. As inscrições, e mais informações seguem para este email: info@workshops-popup.com!



Ingredientes para 2 pessoas:

4 folhas grandes de couve (usei de couve lombarda)
1 taça com carne à bolonhesa já preparada (cerca de 250g)
1 lata de tomate pelado (das pequenas)
1 cebola
2 dentes de alho
1 colher de sobremesa de oregãos secos
sal e pimenta q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Comece por preparar o molho de tomate. Pique a cebola e os dentes de alho e leve-os a alourar num pouco de azeite. Quando a cebola começar a ficar loura, acrescente o tomate pelado partido em pedaços, e o “líquido” do tomate que se encontra na lata. Deixe levantar fervura, tempere de sal, pimenta e oregãos e deixe depois ferver em lume brando até ficar apurado.
Leve depois uma panela ao lume com água temperada de sal. Assim que a água levantar fervura coloque as folhas de couve inteiras e deixe-as cozinhar alguns minutos, de modo a que fiquem maleáveis e cozinhadas, mas não demasiado cozidas. Retire as folhas de couve e escorra-as bem.
Divida depois a carne à bolonhesa pelas folhas de couve e feche-as como se fossem crepes ou pequenas trouxas, de modo a que a carne fique bem fechada dentro das folhas de couve. 
Disponha as trouxas de couve no prato de servir e por cima coloque o molho de tomate.
Sirva com arroz branco ou puré de batata.


Bom Apetite!

Frango com Citrinos (e o vencedor do Passatempo KASA)


Na semana passada lancei aqui um passatempo para ganharem um vale de 50€, em cartão Dá, para comprarem os produtos KASA da vossa preferência.
Pois hoje é dia de anunciar o vencedor. A frase vencedora foi “Sem louças nas prateleiras mas um vale KASA na algibeira”, da Ana Casimiro Afonso. Quanto aos restantes, obrigada pelas participações e não desanimem, que brevemente poderá haver mais novidades. Entretanto continuem a inspirarem-se no catálogo.
Aqui por casa, e em vésperas de fim de semana, aproveita-se para dar volta a casa, para escolher receitas para testar, e mimar a família com os seus favoritos. Tenho quase a certeza que amanhã o Zé Maria me vai pedir panquecas ao pequeno almoço, como faz quase todos os sábados de manhã... Confesso que gosto de aproveitar os fins de semana para os mimar, e para experimentar coisas novas. E de me aconchegar no sofá, de lareira acesa, manta nas pernas e chávena de chá na mão a ver filmes e séries ou a ler livros e revistas de culinária. E tenho algumas coisas para me inspirar e pôr em dia.
Espero que aproveitem o fim de semana da melhor maneira. Eu tenho a certeza que o farei.
E aqui fica uma receita de verdadeira inspiração para o fim de semana. E a usar uma bela assadeira KASA, da linha Premium Blue, daquelas que vão diretas do forno para a mesa, sem ser necessário lavar mais louça!!

Novo workshop dia 21 de Janeiro, pelas 15h, nos Workshops Pop-Up, com “Receitas para aproveitamente de sobras”. As inscrições, e mais informações seguem para este email: info@workshops-popup.com!

Ingredientes para 4 pessoas:

1 frango inteiro em pedaços (ou só coxas ou pernas...)
1 laranja
1 limão
1 lima
sal marinho q.b.
pimenta q.b.
1 folha de louro
2 dentes de alho picados
azeite q.b.

Preparação:

Coloque o frango já cortado em pedaços na assadeira e tempere-o com sal, pimenta, o louro e os dentes de alho picadinhos. Junte depois a raspa de meia laranja, meio limão e de meia lima, e regue com o sumo da laranja, lima e de meio limão. Junte também um fio de azeite e leve o frango a assar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 45 minutos ou até o frango estar cozinhado e dourado.
Sirva com uma salada ou legumes e arroz branco ou chips de batata doce.


Bom Apetite!

Creme de Agrião com Presunto Crocante (receita também em video)


A inspiração e vontade de cozinhar têm chegado todas as semanas com o meu cabaz de produtos biológicos da Dona Rosa (https://www.facebook.com/dona.rosa.bio/?fref=ts). 
Frutas e legumes fresquinhos, muitas vezes acabados de apanhar e algumas vezes com habitantes nas folhas. Se os ingredientes deliciosos e frescos vêm no saco, é necessário novas receitas para os utilizar. É preciso utilizá-los a todos, com o mínimo de desperdício e criando ementas e acompanhamentos tendo por base o que chega todas as semanas. 
Ultimamente têm chegado agriões. Acompanham-nos em forma de saladas e até num bolo com cobertura gulosa de chocolate. Hoje num creme de agrião, uma sopa que gosto mais do que a habitual com as folhas de agrião e creme de grão de bico... Um creme reconfortante para estes dias frios com um pouco de presunto crocante e preparado também com outros legumes do cabaz: as cenouras e os chuchus. Daquelas coisas de época. De comer o que há, quando há. E de desperdicar o mínimo, que nesta sopa cremosa todos os pequenos (e tenros) talos dos agriões se aproveitam....
Deixo-vos a sugestão, que na falta de agriões poderão preparar com espinafres, para vos aconchegar nestes dias frios. E há um pequeno video no canal para perceberem como é simples....

Novo workshop dia 21 de Janeiro, pelas 15h, nos Workshops Pop-Up, com “Receitas para aproveitamente de sobras”. As inscrições, e mais informações seguem para este email: info@workshops-popup.com!



Ingredientes para 4 pessoas:

200g de agrião (com talos incluídos)
1 chuchu ou batata grande ou courgete
2 cenouras
1 cebola
azeite q.b.
sal q.b.
4 fatias de presunto

Preparação:

Descasque o chuchu e as cenouras e corte-as em pedaços. Pique a cebola e leve-a a refogar num pouco de azeite. Acrescente depois os restantes legumes e deixe-os suar um pouco. Acrescente água até os cobrir o legumes, tempere de sal e deixe cozinhar até os legumes estarem macios. Acrescente depois os agriões e deixe cozinhar uns minutos. Triture depois a sopa até que fique bem cremosa e retifique de sal.
Entretanto prepare o presunto crocante, levando-o a cozinhar numa frigideira anti aderente e sem gordura até que fique crocante. Retire e deixe arrefecer.
Sirva o creme de agrião com o presunto e um fio de azeite.


Bom Apetite!

Arroz Frito com Camarão e Ervilhas


Muitas vezes me perguntam que tipo de receitas fazem parte dos meus workshops. A resposta é sempre muito simples: aquilo que vêm todos os dias aqui no blogue. As receitas que levo para partilhar refletem sempre a realidade deste blogue. Receitas simples e rápidas para toda a familia, para os amigos e até para uma mesa de festa, mas sempre neste registo, que é o meu registo, e o que gosto de fazer. Levo quase sempre receitas novas e tento sempre “surpreender” quem vai a um workshop, com ideias e sugestões diferentes.
Nem sempre é simples, e nem sempre se poderá agradar a todos, mas eu tento que saiam de lá com muitas ideas para colocarem em prática nas vossas cozinhas.
Hoje partilho com todos uma receita que levei para um workshop de receitas rápidas para todos os dias, e que fez sucesso entre todos. Uma receita que é também um excelente aproveitamento de arroz, e que faz uso de algumas coisas que quase sempre temos no congelador: ervilhas e miolo de camarão para os “desenrascansos”.
Espero que gostem!

Aproveito também para anunciar que os workshops estão de volta. Começo mais uma vez no Porto, nos Workshops Pop-Up, dia 21 de Janeiro, pelas 15h, com “Receitas para aproveitamente de sobras”. As inscrições, e mais informações seguem para este email: info@workshops-popup.com!

Ingredientes para 2 pessoas:

1 tacinha de arroz já cozinhado
2 ovos
200g de miolo de camarão miúdo
2 dentes de alho
1 colher de chá de curcuma (açafrão das índias)
1/2 chávena de ervilhas
1 lata pequena de pimento assado
coentros q.b.
azeite q.b.

Preparação:

Leve um wok ou uma frigideira grande anti aderente ao lume com o azeite e os dentes de alho laminados. Deixe o alho começar a fritar e junte o miolo de camarão já descongelado e deixe saltear. Junte depois as ervilhas e tempere de sal e pimenta. Acrescente depois a curcuma, os coentros grosseiramente picados e o pimento em tiras e envolva bem. Adicione o arroz misturando bem todos os os ingredientes. Entretanto bata os ovos e adicione-os à mistura sem parar de misturar envolvendo bem.
Sirva bem quente com mais coentros picados.


Bom Apetite!

Tarteletes de Nutella com Framboesas


Eu sei que o modo actual devia ser “dieta”, mas há sempre receitas maravilhosas e simples que merecem ser partilhadas e esta não podia ficar pendente por tempo indeterminado. Portanto, para quem não está de “dieta”, e tem vontade de um docinho a meio da semana, ou escolhe receitas especiais para fazer durante o fim de semana aqui ficam esta tarteletes lindas e deliciosas, que se fazem rapidamente e que ficam bem em qualquer mesa. Mesmo depois das festas, que em 2017 não nos faltem motivos para celebrar a vida. Por mim, é isso mesmo que vou fazer hoje. Estar com alguém que muito admiro e que foi, de certa forma, responsável por eu ter começado este blogue, e celebrar a vida com ela!
Ingredientes para a base das tarteletes:
150g de manteiga à temperatura ambiente
100g de açúcar
35g de cacau em pó
225g de farinha
1 ovo

Recheio:
250g de Nutella à temperatura ambiente
Framboesas frescas q.b.

Preparação:

Comece por preparar a massa da tarte. No robot de cozinha coloque todos os ingredientes e triture até obter uma massa homogénea. Forre depois 12 a 18 pequenas formas de tarteletes com a massa e leve ao frigorífico cerca de 30 minutos para que fique firme.
Com um garfo pique a massa e leve a cozinhar em forno previamente aquecido a 180ºC durante cerca de 15 minutos. Retire e deixe arrefecer completamente antes de desenformar e de rechear.
Assim que as bases das tarteletes estiver completamente frias desenforme-as cuidadosamente. Coloque uma colher de sobremesa de Nutella em cada uma das tarteletes e termine cm uma framboesa fresca em cada uma.
Decore a gosto com umas folhinhas de hortelã e polvilhe com açúcar em pó.


Bom Apetite!

Rojões com Batata Doce Suada


Foi dia de Reis e o natal acabou. Aproveitou-se o fim de semana para desfazer a árvore, o presépio e despedirmo-nos das luzes e das decorações de natal. Fico sempre triste ao saber que o natal acabou, mas sei que daqui a 11 meses voltamos a tirar tudo e voltaremos a ter luzes e presépio e decorações com sinos e renas em vermelho, verde e dourado.
Aproveitou-se também para dar uma volta em alguns aspetos da decoração cá de casa e “nasceu” um novo cantinho. E foi um sábado tranquilo, para variar dos últimos bem atribulados e de casa sempre cheia.
O domingo trouxe-nos de volta às comemorações. Os 91 anos da Bisa Mena e os 59 da tia Bela. Dupla comemorações. Primeiro um almoço com toda a família e depois um lanche ajantarado num grupo mais pequeno. E o dia passou-se em festa! Acaba-se o natal, mas para nós Janeiro é ainda mês de festa  - que temos aniversários todas as semanas! Para a semana a cunhada Rita, depois o pai e para finalizar a sobrinha mais velha. E pelo meio há ainda festas de alguns amigos...
Mas ainda bem que celebramos a vida junto dos que amamos! 
Há festas, despedimo-nos do natal e continuamos a nossa vida. Com o jantar de todos os dias. Hoje com rojões e batata doce.

Ingredientes para 2 pessoas:

400g de carne de porco em cubos (usei cachaço)
5 batatas doce pequenas
1 colher de chá de colorau
sal e pimenta q.b.
1 folha de louro
2 dentes de alho
2 colheres de sopa de banha (podem usar azeite)
1/2 molho de coentros frescos

Preparação:

Descasque as batatas e corte-as em cubos pequenos. Leve uma frigideira ao lume e junte o azeite ou a banha e deixe aquecer. Acrescente depois as batatas, envolva-as bem na gordura e tape, reduza um pouco o lume e deixe-as cozinhar assim, mexendo-as de vez em quando e deixando-as “suar”. 
Leve um tacho ao lume com o restante azeite ou banha e adicione a carne deixando fritar um pouco. Junte depois o sal, a pimenta, os dentes de alho picados e o colorau e mexa bem, deixando a carne cozinhar em lume brando até ficar macia.
Assim que as batatas estiverem cozinhadas, acrescente-as à carne já cozinhada. Envolva bem.
Coloque no prato de servir e polvilhe com os coentros.
Sirva com brócolos cozidos.


Bom Apetite!

Imprimir